Notícias

27/06/2017
Voltar

Campanha visa à prevenção ao uso de drogas

Na semana do Dia Internacional de Combate às Drogas, 26 de junho, a Prefeitura de Garibaldi, por meio da Secretaria Municipal da Saúde e o programa “A vida nas suas mãos”, lança uma nova campanha de prevenção ao uso.

O foco dos novos banners itinerantes vai além do usuário de drogas, conforme a coordenadora do programa, Rosáli Giacobbo Fantinel. “É um tema de difícil discussão, por isso queremos estimular a consciência de familiares, amigos e conhecidos de quem faz uso das substâncias. Queremos que essas pessoas se perguntem como podem ajudar os dependentes”, explica.

Reforçando a importância da prevenção ante o tratamento, a ideia é que os banners percorram diferentes pontos do município, em repartições públicas, empresas e serviços.

O programa “A vida nas suas mãos” oferece atendimento diário no acolhimento e tratamento psicoterápico e/ou psiquiátrico de usuários de drogas, com profissionais de Psicologia, Psiquiatria e Assistência Social. O atendimento funciona no segundo piso do Posto de Saúde Central e é direcionado a adolescentes e adultos.

Conforme Rosáli, os fatores que estimulam o ingresso no uso de tóxicos são os mais diversos. “Muitos entram por curiosidade, sem ter noção das consequências que podem gerar, tornando-se uma doença – e como tal, ela deve ser tratada”, explica.

A recomendação aos pais de adolescentes é que se aproximem dos filhos, proporcionando atividades prazerosas desvinculadas de substâncias estimulantes, já que o consumo de drogas é motivado pela busca ao prazer e fuga da realidade. “Não se pode permitir que essas pessoas cheguem ao ponto de perder o caráter e cair na criminalidade”, afirma a coordenadora do programa.

Comad

Há dois anos, o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (Comad) debate mensalmente temas para prevenir a drogadição no município. Juntamente a voluntários do Ser-Psi (Associação de Psicólogos de Carlos Barbosa e Garibaldi), o conselho realizou no mês de maio uma pesquisa sobre o uso de tóxicos em 10 escolas do município, do 8o ano do Ensino Fundamental ao 3o ano do Ensino Médio, além de estudantes do Ensino Técnico e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os resultados serão divulgados entre julho e agosto, mas o presidente do Comad, Nei Gallina, adianta que o consumo no município pode ser considerado alto. “Especialmente do álcool, que é uma droga permitida, mas que é porta de entrada para as ilícitas”, ele lembra.

Outros itens observados nas respostas dos jovens garibaldenses são a iniciação ao uso do álcool pelos próprios pais e a busca por atividades de lazer a serem realizadas em família. “O adolescente é vulnerável por ainda estar em busca da identidade. Por isso é muito importante os pais estarem presentes e não os deixarem cair no ócio”, Nei completa.

Compartilhe:

Postado por:

Redação

Redação

Nossa redação busca estar sempre à frente de seu tempo. Atualizada e superando desafios! Uma equipe formada por profissionais comprometidos com a melhor comunicação.