Notícias

03/06/2016
Voltar

Escolhas existenciais

Diante do comportamento humano atual, o que temos observado é que, sob os desígnios do deus-mercado, a busca pelo lucro, pela vantagem a qualquer preço, o homem passou a escolher o que pode consumir rapidamente, o que lhe dá prazer material imediato, transformando esta busca numa espécie de religião sem transcendência, sendo esse consumo o seu principal dogma, desde os meados do século passado. Porém, ao mesmo tempo em que vemos este comportamento, vemos aumentar os casos de depressão, de solidão e de suicídio. 

A ética materialista é quem define as regras deste comportamento. Os meios de comunicação e a publicidade constituem, atualmente, as principais estratégias para direcionar os desejos e as aspirações do ser humano. Através destes espaços ideológicos, crenças e convicções são cuidadosamente compartilhadas com o objetivo de determinar o que é certo e errado, o que deve ser aceito ou descartado, consumido ou ignorado. 

Assim, a busca pela felicidade tem passado cada vez mais pelo ato de comprar, consumir e ostentar. Podemos ver a comprovação disso, no crescente estímulo ao consumo voltado ao público infantil, estimulado, desde muito cedo, a uma concepção de mundo que privilegia o status social, a competição em detrimento de valores como família, fraternidade e solidariedade. Também vemos que os valores espirituais são deixados de lado, e até desencorajados da sua prática, sobretudo porque as escolha existenciais estão voltadas para a urgência do ter e não do ser.

É claro que o progresso material contribuiu para o desenvolvimento da civilização em todas as épocas da Humanidade. Todavia o que está em questão é a incompatibilidade de alcançarmos o progresso intelecto-moral tendo como referência única de vida a ética materialista e suas consequências. Portanto, consultemos as nossas consciências, as nossas próprias tendências, atos e pensamentos. Uma vez, já tendo o conhecimento da Boa-Nova da Redenção, é tempo de nos tornarmos exemplos vivos dos ensinamentos de Jesus.

Compartilhe:

Postado por:

Samira José Turconi

Samira José Turconi

[email protected]

Samira José Turconi é bioquímica, sócia-fundadora da Associação Médico-Espírita da Serra Gaúcha, do Centro Espírita Allan Kardec e expositora da Doutrina Espírita.

Saiba mais